Fertilizantes com aminoácidos otimizam o período de produção


Superação de adversidades e rápida recuperação após período de poda estão entre os benefícios dos aminoácidos para a agricultura


São Paulo, janeiro de 2021 – Devido às características climáticas regionais, a produção de algumas culturas é concentrada em determinada época do ano. Esse fator é de amplo conhecimento dos produtores, porém, o que muitos não sabem é que o uso de fertilizantes com aminoácidos pode ampliar e otimizar o período de cultivo, ofertando melhores condições para precificação do produto.


Pensando nisto, o gerente de marketing da Ajinomoto® Fertilizantes, Thiago Miqueleto, explica como esse tipo de tecnologia pode atuar para capacitar a produção além do período sazonal.


 Retomada do crescimento após a poda

Os aminoácidos são aliados na recuperação das plantas após a poda, manejo que causa grandes danos, e quanto mais rápido elas se recuperarem e estiverem aptas a produzir, mais rápido darão frutos. Um dos maiores benefícios do AMINO® Arginine, fertilizante com arginina em sua composição, é que o produto ajuda a multiplicar as células das plantas e a recuperar as partes vegetativas, como folhas e ramos, com maior agilidade. Dessa forma, é possível ter uma janela mais eficiente de cultivo, não se limitando apenas à sazonalidade.


Preparação para mudanças climáticas

Além da poda, as mudanças climáticas também ocasionam períodos de estresse para a produção e influenciam na sazonalidade. Os fertilizantes com aminoácidos auxiliam na superação dessas adversidades. Por exemplo, bananas são sensíveis ao frio, e a produção pode ser prejudicada durante o inverno. Para que o impacto de baixas temperaturas seja minimizado, é possível utilizar AMINO® Proline, fertilizante com prolina e glicina betaína em sua composição. Estes aminoácidos atuam como uma “vacina” e permitem que a planta seja preparada previamente para essa situação de estresse e retome seu crescimento com maior velocidade, permitindo que a colheita seja realizada mais cedo e tenha frutos de melhor qualidade.


“Os fertilizantes com aminoácidos podem ser utilizados em todas as regiões, períodos e culturas”, destaca Thiago. “É interessante para os produtores ofertarem seus produtos em variadas épocas do ano, e este tipo de tecnologia auxilia na versatilidade da produção, pois favorece a condução das áreas mesmo em situações de estresse”, finaliza.


Sobre a Divisão Agronegócios

A divisão Agronegócios foi estruturada em 2000 para produzir fertilizantes em um processo natural de fermentação microbiológica, que não agride o meio ambiente durante sua produção e nem em sua utilização no campo, se utilizado conforme a recomendação de uso. Hoje, a empresa atua no mercado de fertilizantes em diversas culturas como frutas, hortifruti e café. Atualmente, a empresa produz 14 fertilizantes que fazem parte das linhas AMINO e AJIFOL®, de foliares e de fertirrigação, e AMIORGAN®, de fertilizantes sólidos. Confira o portfólio completo de produtos, além de benefícios e soluções por culturas no site www.ajinomotofertilizantes.com.br.

Sobre a Ajinomoto do Brasil

  • Presente no Brasil desde 1956, a Ajinomoto do Brasil se empenha em oferecer produtos de qualidade tanto para o consumidor como insumos para as indústrias alimentícia, cosmética, esportiva, farmacêutica, de nutrição animal e agronegócios. Atualmente, a unidade brasileira é a terceira mais importante do Grupo Ajinomoto fora do Japão, atrás apenas da Tailândia e dos Estados Unidos. A linha de produtos da empresa voltada ao consumidor é composta pelo tempero umami AJI-NO-MOTO®, AJI-SAL®, Tempero SAZÓN®, Caldo SAZÓN®, SAZÓN® Tempera & Prepara, RECEITA DE CASA™, HONDASHI® e SABOR A MI®, além das sopas individuais VONO® e da linha de sopas cremosas e claras VONO® Chef. Também se destacam os refrescos em pó MID® e FIT Zero Açúcar, o azeite de oliva extra virgem TERRANO™ e o azeite de oliva tipo único TERRANO™, o SATIS!® Molho Shoyu, além de aminoVITAL® GOLD, produto composto por nove aminoácidos essenciais para a recuperação de atletas e entusiastas do esporte. No Brasil, a companhia também atua no segmento de food service (alimentação fora do lar). Com quatro unidades fabris, localizadas no estado de São Paulo, nas cidades de Limeira, Laranjal Paulista, Valparaíso e Pederneiras, e sede administrativa na capital, emprega cerca de 3 mil funcionários e atende tanto ao mercado interno como ao externo. A Ajinomoto, multinacional japonesa com sede em Tóquio, é referência mundial em aminoácidos. O Grupo Ajinomoto obteve um faturamento global de US$ 10,1 bilhões e nacional de R$ 2,4 bilhões no ano fiscal de 2019. Atualmente, está presente em 35 países, possui 121 fábricas e cerca de 34 mil funcionários em todo o mundo. Para saber mais, acesse www.ajinomoto.com.br.

Por: AJINOMOTO DO BRASIL

Postar um comentário

0 Comentários