Mau tempo provoca adiamento de decolagem de foguete tripulado pela Nasa

Para evitar as tempestades provocadas pelo mau tempo, a Nasa e a SpaceX anunciaram, neste sábado (30), o adiamento do lançamento de um foguete que levaria quatro astronautas à Estação Espacial Internacional (ISS).


Os americanos Tom Marshburn, Raja Chari, Kayla Barron e o alemão German Matthias Maurer vão passar seis meses na Estação Europeia Internacional. Joel KOWSKY NASA/AFP


Os americanos Raja Chari, Tom Marshburn e Kayla Barron, e o alemão Matthias Maurer, da Agência Espacial Europeia (ESA, na sigla em inglês), decolariam no domingo (31) a bordo da nave espacial Crew Dragon Endurance, que está acoplada ao foguete Falcon 9, do Centro Espacial Kennedy, na Flórida. A missão foi adiada para 05h10 GMT (1h10 no horário de Brasília) de quarta-feira (3), anunciou a Nasa em um comunicado.


Os quatro tripulantes farão "um breve revezamento com os astronautas que voaram para a estação como parte da missão SpaceX Crew-2 da agência", acrescentou a Nasa. 


A tripulação da missão "Crew-3" passará seis meses na plataforma orbital, realizando pesquisas em áreas como ciências dos materiais, saúde e botânica. O objetivo é contribuir com a futura exploração do espaço profundo e beneficiar a vida na Terra.


Dos quatro, apenas Marshburn já esteve antes no espaço. O médico voou a bordo de um ônibus espacial em 2009 e da nave russa Soyuz, em uma missão de 2012-2013.


Barron, que, assim como Chari, foi selecionada para o corpo de astronautas da Nasa em 2017, já serviu como oficial de guerra de submarinos para a Marinha americana. Maurer é engenheiro em ciências dos materiais e será o 12º alemão a ir para o espaço. Ele se encontrará com o astronauta da ESA, o francês Thomas Pesquet, na ISS. 


A missão deve testar um experimento para cultivar plantas no espaço, sem terra ou outras técnicas de cultivo, a construção de fibras óticas em ambientes de microgravidade, que, segundo pesquisas anteriores, serão de qualidade superior às fabricadas na Terra.


Caminhadas espaciais


Os astronautas da Crew-3 também realizarão caminhadas espaciais para completar a atualização dos painéis solares da estação. Além disso, eles receberão na ISS duas missões turísticas, que incluirão visitantes japoneses a bordo de uma nave russa Soyuz, no fim de 2021, e a tripulação da Space-X Axiom, cujo lançamento está previsto para fevereiro de 2022.


A Crew-3 faz parte do acordo multimilionário entre a Nasa e a SpaceX assinado depois que a agência espacial americana encerrou o programa de ônibus espacial em 2011. Essa parceria visa restaurar a capacidade dos Estados Unidos de conduzir voos espaciais tripulados.


(Com informações da AFP)

© Copyright 2007 - 2022 Jornal de Curitiba
Desenvolvido por Editora MR Agência Digital