Nova tecnologia "turbina" a gestão de lojas de carros usados e seminovos

Organização de estoque, avaliação em 360° dos veículos e integração com portais de vendas e de geração de leads são algumas das funcionalidades de um sistema desenvolvido pela Autoconf, de Curitiba


O crescimento no mercado de carros usados e seminovos no Brasil anima as revendas, mas traz um desafio: manter-se competitivo em um cenário em que a concorrência se acirra. Na transformação digital, as empresas do ramo encontraram uma solução tecnológica que desata um dos principais nós: a gestão do empreendimento.


Uma plataforma online, acessada na palma da mão, pelo celular, permite realizar todo os fluxos do processo, da avaliação do veículo recebido até a conclusão da venda para o consumidor final. A ferramenta é integrada ao site da loja e aos principais portais de anúncios de veículos, e pode ser aberta on-line ou off-line.


O sistema foi desenvolvido pela Autoconf, empresa de tecnologia de Curitiba. A solução ultrapassou os limites do Paraná e já é utilizada por 196 lojas de revenda de veículos usados e seminovos em todo o Brasil.


Entre elas, a Life Car, de Fortaleza. Da capital cearense, o gestor da revendedora, Leonardo Girão, comemora o salto de qualidade obtido com a administração do negócio, após adquirir a plataforma. A decisão de utilizar o sistema ocorreu em junho de 2020, justamente no período inicial da pandemia de covid-19, quando as restrições de circulação impactavam o mercado de um modo geral, e era preciso buscar saídas para minimizar esses efeitos.


“De imediato, o primeiro ganho veio com a organização do estoque. Também da avaliação precisa do veículo. Você tem a clareza de quanto o produto vai custar. O sistema dá todo esse passo a passo. De maneira rápida. E isso significa ganho financeiro, porque tempo é dinheiro, é o principal ativo hoje”, declara Girão, conhecido entre os colaboradores e clientes como Léo.


O ganho financeiro a que se refere o lojista ocorre ainda pela diminuição de custos no processo de avaliação do veículo recebido e de preparação dele para a revenda. Há redução de riscos de erros de diagnóstico e decisão, o que permite “negociação sadia” com os clientes, nas palavras do gestor. “É um investimento [a aquisição da plataforma] que tem retorno”, sublinha.


O revendedor de Fortaleza cita ainda a geração de leads (oportunidade de negócios). Fato destacado também pelos irmãos Henrique Ikeahara e Gilberto Ikehara, proprietários Seiko Automóveis, localizada em Bauru, interior de São Paulo. A loja também incorporou o sistema da Autoconf em junho de 2020. Passado mais de um ano e meio, e os incrementos na gestão do empreendimento são consideráveis, assinalam.


“Depois de uma fase de adaptação, conseguimos deixar ‘redondinha’ [a solução em relação à dinâmica da loja]. Tudo funcionando como uma orquestra. O principal ganho foi na organização dos processos. A avaliação dos carros, que fazíamos operacionalmente, agora é feita pela plataforma. Passamos a cuidar da parte estratégica do negócio”, relatam os donos da Seiko Automóveis.


De fato, a avaliação em 360º feita pela solução é um dos destaques da tecnologia desenvolvida pela Autoconf. “Os carros são avaliados da mesma forma, e projetados em um simulador de compras, que indica o valor real de cada veículo”, frisa o fundador e CEO da Autoconf, Rodrigo Dal Bello, que conduz a empresa junto com Ernesto W. Filho. Com isso, salientam, é possível obter melhores margens com as vendas.


A integração que a plataforma faz entre os carros apresentados no site das lojas e os portais de vendas na web e de gestão de leads – como Mercado Livre, Mobi Auto, OLX, Webmotors, @Icarros, Só Carrão, entre tantos outros – dá visibilidade aos produtos em comercialização. O que beneficia tanto revendas de maior porte como aquelas menores, localizadas fora dos grandes centros, com menor poder de despender em publicidade.


Com a solução, a Autoconf vem registrando crescimento, acompanhando o aquecimento do mercado de venda de carros usados e seminovos. De acordo com a Federação Nacional da Distribuição de Veículos Automotores (Fenabrave), levantamento encerrado em novembro apontava aumento de quase 25% nas vendas nesse nicho de mercado, em 2021, em comparação com o ano anterior.

MAIS INFORMAÇÕES

© Copyright 2007 - 2022 Jornal de Curitiba
Desenvolvido por Editora MR Agência Digital