Ucrânia diz que cinco pessoas morreram em ataque a torre de TV

 Dois foguetes atingiram a torre perto do memorial Babyn Yar

© REUTERS/Irakli Gedenidze/Direitos reservados





A Ucrânia acusou a Rússia nesta terça-feira (1) de realizar um ataque "bárbaro" com foguete contra uma torre de TV de Kiev, que matou cinco civis perto de Babyn Yar, um memorial para um dos maiores massacres de judeus durante o holocausto nazista.


Dois foguetes atingiram a torre, matando cinco pessoas que caminhavam nas proximidades, disse o prefeito de Kiev, Vitali Klitschko, pedindo aos moradores que fiquem fora das ruas devido à ameaça de ataque.


Um vídeo compartilhado online pelos serviços de emergência da cidade mostrou socorristas passando por linhas de energia derrubadas para apagar incêndios nos escombros de edifícios na base da torre, que fica em frente a Babyn Yar.


Segundo o presidente ucraniano, Volodymyr Zelenskiy, "qual é o sentido de dizer 'nunca mais' por 80 anos, se o mundo fica em silêncio quando uma bomba cai no mesmo local de Babyn Yar? Pelo menos cinco mortos. História se repetindo".


O ataque ocorreu no sexto dia da invasão da Ucrânia pela Rússia, quando russos alertaram os moradores de Kiev para que fugissem de suas casas, intensificando o bombardeio de áreas urbanas ucranianas.


  • * É proibida a reprodução deste conteúdo.
  • Por Natalia Zinets e Pavel Polityuk - Reuters - Lviv (Ucrânia)

© Copyright 2007 - 2022 Jornal de Curitiba
Desenvolvido por Editora MR Agência Digital