HORSCH participa da Agroleite, evento que envolve todos os elos da cadeia leiteira no Brasil

Na ocasião, multinacional alemã líder em tecnologia agrícola apresentará ao público a plantadeira articulada Maestro Kompass, a mais precisa na aplicação de sementes e adubos

Plantadeira articulada Maestro Kompass

Não são poucos os brasileiros que desconhecem as tecnologias que facilitam que os alimentos cheguem à mesa das famílias todos os dias. Sabendo disso, e norteada em mostrar os melhores caminhos que ajudam os agricultores em sua rotina de trabalho, é que a HORSCH, multinacional especialista em máquinas e implementos agrícolas, confirmou sua presença na 22ª edição da Agroleite, que vai acontecer entre os dias 16 e 20 de agosto de 2022, em Castro, no Paraná, município reconhecido como a “Capital Nacional do Leite”.


A participação da HORSCH se dará através da concessionária BOUWMAN Livestock and Agriculture, que tem três décadas de atuação e participa da Agroleite há mais de 10 anos. Neste ano, em especial, a empresa inovou e vai ao local com dois estandes, um dedicado aos equipamentos para a criação de gado, no que diz respeito à fenação, forragem, distribuição de dietas e manipuladores; e outro exclusivo à agricultura, mostrando, na prática, como os maquinários agrícolas podem otimizar, agilizar e aumentar a produtividade no campo.


Na ocasião, a líder global de tecnologia agrícola inovadora levará para o espaço a plantadeira articulada Maestro Kompass, composta por duas barras de plantio independentes que proporcionam perfeita adaptação ao terreno. Ela possui, como proeminente benefício, sistema de alta precisão tanto na aplicação de sementes quanto na correta adubação, vez que a má gestão desse processo, além de gerar desperdício, causa prejuízos ao solo, causando déficit de nutrientes que implicarão nos cultivos posteriores.Entre suas principais vantagens está o fechamento automático das barras de plantio, responsável por reduzir a largura da máquina para 3,20m, em poucos minutos, facilitando o transporte em rodovias e dentro de fazendas.


Desde 1996, ano em que o Produto Interno Bruto (PIB) do agronegócio brasileiro começou a ser calculado pelo Centro de Estudos Avançados em Economia Aplicada (Cepea – Esalq/USP) em parceria com a Confederação da Agricultura e Pecuária do Brasil (CNA), o segmento vem ganhando holofotes no cenário mundial. Tanto é que um relatório da Organização Mundial do Comércio (OMC), publicado em abril último, colocou o Brasil na 25ª posição entre os maiores exportadores mundiais.


Vale lembrar que o boom do agronegócio se deu no biênio 2020-2021, indo na contramão de todos os outros setores atingidos pela pandemia da Covid-19, fase em que houve a conquista do recorde de 24% (2020), em relação aos ganhos de 2019, e 27,4% em 2021, em referência ao ano anterior.


Diante deste cenário otimista, na visão de Rodrigo Duck, diretor-geral da HORSCH, é natural que o produtor brasileiro esteja cada vez mais interessado em investir em maquinários inovadores para sua lavoura. “O uso de soluções contribui para a produção, em todas as fases, a começar pelo preparo do solo, passando pela manutenção, adubação, fertilização, até a hora da colheita. Não há mais como pensar em produção rural hoje sem investir em economia de recursos, insumos e tempo; aumento de velocidade na execução de todas as tarefas; menor necessidade de mão de obra; e menos retrabalho, o que gera sustentabilidade econômica e ambiental”.


Neste sentido, ele destaca o papel das concessionárias HORSCH, as quais prezam por um crescimento saudável do agricultor, para que ele venha a ter o menor custo possível nas despesas. A BOUWMAN Livestock and Agriculture, por exemplo, é uma das maiores fornecedoras de máquinas e equipamentos de ensilagem, fenação, mistura e distribuição de dietas e estercos líquidos e sólidos, atendendo aos mercados de pecuária de leite e corte, de energias renováveis e agricultura.


“Qualquer estratégia de vendas nos trâmites do agronegócio requer informações precisas não somente a respeito das soluções, mas também sobre os produtores rurais e suas respectivas propriedades. Portanto, cada pessoa precisa de um tratamento específico, em que dedicamos mecanismos de confiança e segurança, por isso, ter a oportunidade de participar, por mais um ano, de um evento como a Agroleite, é reforçar ainda mais essa via de mão dupla”, salienta Rafael Bouwman, diretor comercial da concessionária.



© Copyright 2007 - 2022 Jornal de Curitiba
Publicado por Editora MR Agência Digital