Vale do Pinhão de Curitiba recebe evento de inovação aberta que vai "linkar" grandes empresas a novos negócios

Grandes empresas de Curitiba e Região Metropolitana buscam por soluções que possam ser desenvolvidas e ofertadas por startups, pequenas empresas e instituições de ensino. Essa conexão para gerar oportunidades de negócios e parcerias será realizada pelo programa Link Vale do Pinhão e Ecossistemas de Inovação, que está na reta final do prazo de inscrições para a etapa presencial: o Matchmaking, na próxima segunda-feira (17/6), na Ligga Arena.


Vale do Pinhão de Curitiba recebe evento de inovação aberta que vai "linkar" grandes empresas a novos negócios. -
Foto: Daniel Castellano / SMCS

@SMCS

Criado como uma espécie de Tinder do mundo dos negócios, o Link Vale do Pinhão tem como objetivo efetivar novos contratos na capital paranaense e região, promovendo o contato entre quem tem um problema a ser resolvido e quem tem uma solução inovadora.


Em sua primeira edição em Curitiba, o projeto, que é o maior programa de inovação aberta do Paraná, já recebeu mais de 600 inscrições participantes vindos do Paraná, São Paulo e Santa Catarina para solucionar demandas da Volvo, Bosch, Furukawa, Ademicon, Case New Holland (CNH), Magius e Klabin.


As inscrições podem ser feitas até a data do Matchmaking pelo site do Link Vale do Pinhão.


"O propósito do Vale do Pinhão é fortalecer e potencializar desenvolvimento socioeconômico por meio da inovação, incentivando o empreendedorismo, a tecnologia e o crescimento das empresas em Curitiba e RMC. No Matchmaking do Link, teremos tudo isso em um dia, unindo as grandes empresas da nossa região para fazer match com startups, gerando negócios efetivos", destaca o presidente da Agência Curitiba de Desenvolvimento e Inovação e secretário municipal da Inteligência Artificial, Dario Paixão.


Matchmaking

São 60 oportunidades de produtos e serviços a serem desenvolvidos para essas oito grandes empresas, segmentados em temáticas: inteligência artificial, ESG, indústria 4.0, integração de dados para gestão, experiência do cliente, automatização de tarefas repetitivas, assistentes virtuais, logística e suprimentos, recursos humanos e visão computacional.

O Matchmaking é o único momento do Link Vale do Pinhão em que empresas contratantes (“demandantes”) vão se encontrar, frente a frente, com os potenciais interessados em propor uma solução a ser contratada (“solucionadores”), em um ambiente para troca de informações e tira-dúvidas.


O Matchmaking será realizado das 8h30 às 17h na Ligga Arena (Rua Buenos Aires, 1260, Água Verde).


O consultor do Sebrae/PR Vinicius Galindo de Mello explica que o processo todo da inovação aberta no projeto Link terá dez meses de duração. O início foi em novembro de 2023, com o convite às grandes empresas, seguido da capacitação, mapeamento e disponibilização dos desafios de grandes empresas. No matchmaking será hora de linkar essas oportunidades a solucionadores e instituições apoiadoras, por meio da cooperação dos atores dos ecossistemas, grandes e pequenas empresas.


“Durante o evento, teremos demandas sendo apresentadas em cada rodada de pitches para fomentar a conexão entre empresas e os solucionadores. Paralelamente, foram selecionadas 26 instituições para apoiarem os solucionadores no relacionamento com as empresas, entre fundos de investimentos, empresas e institutos de ciência e tecnologia do Brasil”, afirma Mello.


O programa segue após o Matchmaking. Quem se candidatou a solucionador participa de uma mentoria online para orientações na elaboração das propostas de solução, que serão enviadas às empresas demandantes, iniciando o processo de negociação, que visa concretizar a assinatura do contrato.


Melhorar processos

O diretor de Marketing para a América Latina da CNH, Paulo Máximo, afirma que o programa fomenta a cultura de inovação no Paraná. “É um prazer participar do Link. Nossa expectativa é que os participantes e startups nos auxiliem a melhorar nossos processos, trazendo mais eficiência, automatização e simplificação à empresa.”


Para Juliano Medeiros, líder de Workstream do Escritório de Transformação da Furukawa, iniciativas como o Link são importantes para o fortalecimento do ecossistema de inovação. “Participar como empresa demandante é uma oportunidade para identificar e implementar soluções tecnológicas para desafios reais de nosso negócio”, pontua.


Programação

O Matchmaking será um dia de programação intensa para as empresas demandantes, os candidatos a solucionadores e instituições fomentadoras: após a abertura oficial (9h), serão convidados a acompanhar a palestra "Conexões Corporativas" com o coordenador nacional de Negócios e Conexões Corporativas do Sebrae, Renato Perlingeiro Salles Junior. Os pitches invertidos começam às 10h15, seguidos dos pitches das instituições de apoio e fomento, que vão apresentar suas oportunidades (14h45). Às 16h45, os proponentes de soluções formalizam suas candidaturas a atender os desafios das empresas.


Integração com os ecossistemas

O projeto é iniciativa do Vale do Pinhão, alinhado ao compromisso da Prefeitura com o zelo pela inovação e empreendedorismo na capital paranaense. A ação é mais uma iniciativa que integra o programa Invest Curitiba no Vale do Pinhão, programa de atração de investimentos e negócios para a cidade.


O Link Vale do Pinhão e Ecossistemas Metropolitanos de Inovação é realizado pelo Sebrae/PR em correalização com os ecossistemas de inovação Vale do Pinhão (Curitiba), por meio da Agência Curitiba de Desenvolvimento e Inovação; Hangar (São José dos Pinhais); Conecta Pinhais; Grape Tech (Colombo); EcoAr (Araucária); e Ecossistema Local de Inovação de Fazenda Rio Grande.


Apoiam o Link Vale do Pinhão e Ecossistemas Metropolitanos de Inovação: Start Growth; Universidade Tecnológica Federal do Paraná (UTFPR); Empresa Brasileira de Pesquisa e Inovação Industrial (Embrapii); Banco Regional de Desenvolvimento do Extremo Sul (BRDE/PR); Cimatec; Cresol; Curitiba Angels; WIM Angels; Enrich in Lac; iTEC, Universidade Federal do Rio Grande (Furg); InovaAgro, Universidade Federal de Pelotas (UFPEL); Ágora Tech Park; Instituto Federal do Paraná (IFPR), Fomento Paraná, Instituto Federal de Santa Catarina (IFSC), Centro Universitário Unifapi, Centro Internacional de Tecnologia de Software (CITS); Associação das Empresas Brasileiras de Tecnologia da Informação (Assespro Paraná); Financiadora de Estudos e Projetos do Ministério de Indústria (Finep); Serviço Nacional de Aprendizagem Industrial – Departamento Regional do Paraná (Senai/PR); Universidade Federal do Paraná (UFPR); Universidade de Caxias do Sul (UCS); Pontifícia Universidade Católica do Paraná (PUCPR); Ecossistema de Inovação da Universidade Positivo (Ecohub); Associação Nacional de Pós-Graduação e Pesquisa em Administração (Anpad); Instituto Euvaldo Lodi – Núcleo Regional do Paraná (IEL/PR); Academic Ventures; Impactability; Centro Universitário Senai Paraná (UniSenai), Universidade Federal de São Carlos (UFSCar) e Ventiur Investimentos.


Serviço

  • Matchmaking do Link Vale do Pinhão
  • Data e horário: 17/6 (segunda-feira), das 8h30 às 17h
  • Local: Ligga Arena (Rua Buenos Aires, 1260, Portão A, Água Verde)
  • Inscrições: pelo site do evento, neste link

©1999 | 2024 Jornal de Curitiba Network BrasilI ™
Uma publicação da Editora MR. Direitos reservados.