Cinemateca destaca cinema francês com livros e filmes de dois aclamados diretores

O cinema francês é destaque esta semana na Cinemateca de Curitiba. Nesta quinta e sexta-feiras (9 e 10/12), dois livros da coleção Escrever o Cinema, que abordam as obras de Eugène Green e Éric Rohmer, serão lançados na Cinemateca, que também exibe dois filmes dos aclamados diretores franceses, seguido de bate-papo sobre as obras, com os escritores Pedro Faissol e Alexandre Rafael Garcia.


A curadoria selecionou O Filho de Joseph (2016), de Green, e Conto de Verão (1996), de Rohmer.


A coleção Escrever o Cinema é um projeto de publicações de textos sobre cinema feitas por pesquisadores de Curitiba. Os volumes da coleção exploram aspectos teóricos, históricos e críticos de obras cinematográficas, sob a perspectiva de pesquisadores ligados à academia.


Os dois livros lançados pela coleção neste ano são Eugène Green e a Hipótese do Cinema Descortinado, de Pedro Faissol, e a reedição de Contos Morais e o Cinema de Éric Rohmer, por Alexandre Rafael Garcia. Os livros poderão ser comprados no saguão da Cinemateca.


O projeto é realizado com recursos da Lei de Apoio e Incentivo à Cultura, da Fundação Cultural de Curitiba. A mostra é um oferecimento da Quadro Edições e da Aliança Francesa Curitiba.


Filmes

O Filho de Joseph conta a história de Vincent, um garoto que vive com a mãe, Marie, e nunca conheceu o pai. Descontente, ele parte em busca da sua identidade. Suas investigações o levam a um cínico publisher parisiense, que influenciará as decisões do rapaz. O filme traz Victor Ezenfis, Natacha Régnier e Fabrizio Rongione nos papeis principais.


Já o Conto de Verão, de Rohmer, faz parte de um grupo de obras do diretor conhecido como filmes das quatro estações, que também incluem Contos da primavera (1990), Inverno (1992) e Outono (1998). Os filmes compartilham apenas temas, mas suas histórias são completamente independentes. 


Conto de Verão narra um momento da viagem de Gaspard, interpretado por Melvil Poupaud, ao balneário francês de Dinard, na Bretanha, onde conhece duas garotas, Margot e Solène. Elas ganham a amizade do rapaz e acabam competindo pelo seu coração. Ao mesmo tempo, Gaspard espera sua namorada, Lena, que prometeu encontrá-lo na cidade, mas que parece se atrasar cada vez mais.


Com esse quadrado amoroso, Rohmer explora com seus personagens questões sobre a fidelidade e as relações humanas, que é um dos temas mais recorrentes na sua obra.


Serviço

  • Cinemateca de Curitiba – Rua  Presidente Carlos Cavalcanti, 1174 - São Francisco
  • Ingresso grátis, direto na bilheteria
  • Dia 9/12 (quinta-feira), 19h - O FILHO DE JOSEPH
  • (FR, 2016, drama, 113 min, 12 anos)
  • Direção: Eugene Green


  • Dia 10 (sexta-feira), 19h – CONTO DE VERÃO
  • (FR, 1996, drama, 113 min, 12 anos)
  • Direção: Éric Rohmer



© Copyright 2007 - 2022 Jornal de Curitiba
Desenvolvido por Editora MR Agência Digital