Iniciativa de policiais no Litoral aproxima crianças da PM

Um dos módulos da Polícia Militar de Caiobá, em Matinhos, tem chamado a atenção das crianças. Os parceiros de serviço cabo Leandro Marcondes Teixeira e a soldado Camila Boschini Ferreira tiveram uma ideia na hora da entrega da pulseirinha de identificação – distribuir doces, balões e um adesivo com a frase “Sou amigo da Polícia Militar”. O objetivo é aproximar os pequenos da PM e criar uma relação de amizade.

Foto: SESP

PMPR entrega de adesivos para crianças em módulo móvel.
Desde o início da ação, já foram entregues mais de 500 adesivos. “A pulseirinha a criança usa na praia, que é uma iniciativa importante e tem o propósito de identificação e segurança, é para aquele momento. Já o adesivo ela vai colar no caderno, na agenda, na cama, e vai passar o ano todo olhando aquela frase ‘Sou amigo da Polícia Militar’, e isso faz com que se aproxime mais da nossa atividade”, explica o cabo Leandro.Para ele, a iniciativa é um investimento que vale para o futuro. “Nosso serviço é para a população de bem, e quando a gente dá atenção às crianças, levando na viatura, ligando a sirene, dando balões, adesivos e doces, a gente está trabalhando para o futuro delas”, disse o cabo.


A soldado Boschini reforça que a ideia do adesivo é chamar a atenção dos pequenos para essa aproximação com a PM. “Às vezes, a criança fica com vergonha ou não quer chegar perto do policial. O adesivo é uma iniciativa para aproximá-las, sentirem-se mais acolhidas e amadas de uma maneira lúdica e simples. Assim, ela conhece um pouco do nosso trabalho, que é para toda as idades, do nosso acolhimento, da nossa alegria”, explica Boschini.


APROVAÇÃO - O turista Volnei de Souza Lima, que mora em Santo Antônio da Platina e passa alguns dias com a família no Litoral, aprova a ação.

Foto: SESP




“Eu passei mais cedo e achei muito bacana a iniciativa. Esse adesivo, escrito ‘Amigos da Polícia’, eu acho legal e muito importante, porque nós crescemos com muitas filosofias erradas sobre a polícia e incentivos ruins de algumas pessoas”, disse. “Minha filha eu quero que cresça com esse sentimento de amizade, de estar protegida e não de ser inimiga”, diz Volnei.


Ele estava no módulo com a filha Julia, de 7 anos. “Eu gostei muito, achei muito legal e bonito”, disse a menina.Sobre as pulseirinhas de identificação, o curitibano Rodrigo Tavares, também de folga com a família, falou sobre a importância da ação. “É muito fácil a criança se perder, por ser muito amplo e ter muita gente. Para nós é muito importante o trabalho da polícia e dos bombeiros, para não ter riscos e nenhum susto com as crianças”. 


Rodrigo disse que atitudes como essa, da entrega de balões e dos adesivos, fortalecem a confiança e a conexão entre a PM e as crianças. “O sentimento de ser amigo da polícia e poder contar com ela é o melhor sempre”, finalizou. 


Para Ana Carolina Arantes Canali, que veio para a praia com seu pai, marido e os filhos Pedro Henrique Canali, de 4 anos, e Luiz Felipe Canali, de 6 anos, o policiamento feito pela PM é excelente. “É um ótimo serviço que eles estão fazendo, os policiais são muito atenciosos, sempre colocamos as pulseirinhas, as crianças gostam muito, amaram o adesivo, é um projeto muito importante”, pontuou.

Informações da AEN-PR

© Copyright 2007 - 2022 Jornal de Curitiba
Publicado por Editora MR Agência Digital