FoodTech curitibana que automatiza a gestão de bares e restaurantes projeta crescimento de 25% em 2022

 A ACOM Sistemas ajuda o mercado de Food Service a potencializar seus negócios com um sistema de gestão especializado

Carlos Drechmer, CEO da ACOM Sistemas.


Após um longo período de limitações por conta da pandemia de Covid-19, o setor de alimentação espera uma recuperação completa em 2022, segundo pesquisa da Associação Brasileira da Indústria de Alimentos (Abia).


Diante da expectativa de retorno total de bares, restaurantes e casas de eventos, a ACOM Sistemas, empresa de tecnologia com unidades no Paraná e São Paulo, já projeta um crescimento de 25% para este ano, apoiado em sua principal solução, o EVEREST 3.0,  plataforma especializada na operacionalização do backoffice de empresas do segmento de Food Service. Do pedido recebido no balcão, passando pelos controles de vendas e gestão de estoque, até os fechamentos contábeis do negócio, o EVEREST entrega controles e indicadores que ajudam na construção de estratégias de sucesso.


“Estamos a todo o vapor, inclusive desenvolvendo novos aplicativos e integrando nossas soluções com grandes parceiros, visando a expansão para novos mercados”, adianta o CEO da empresa, Carlos Drechmer.


Apesar dos impactos da pandemia no mercado, a ACOM Sistemas chegou a um dos melhores momentos de sua trajetória. Em 2021, a empresa ultrapassou sua meta de novos contratos em 134%, gerando um acréscimo de 26% sobre sua receita recorrente em relação ao ano de 2020. Com isso, seu faturamento total alcançou um crescimento de 20% se comparado ao ano anterior e sua base de clientes exclusivamente do segmento Food Service também teve resultados positivos, com um crescimento de 100%. Além do reaquecimento do mercado por conta da redução nos números da pandemia, um fato que contribuiu para esses resultados foi a apresentação do EVEREST ao público carioca no ano passado: um território nacionalmente importante, por ser referência em turismo e gastronomia com grande potencial para a expansão das soluções da empresa.


Desde 2017, foram investidos mais de R$ 5 milhões na criação e no aprimoramento do EVEREST 3.0, incluindo o desenvolvimento de robôs para a automatização de processos e machine learning. Com isso, a empresa alcançou a marca de 300 contratos no fornecimento da solução tecnológica, entre eles, clientes como o Hard Rock Cafe (unidades de Curitiba e Fortaleza), Vinil Burger, Batatas Dipz, Bistrô Charlô, Grupo Rubaiyat, Grupo Alife, SSP Food Travel, Grupo Fit, Sala VIP, SPOT e Carole Crema.


Para Carlos Drechmer, tudo isso é fruto de muito trabalho, mas, acima de tudo, de uma comunicação mais humanizada com foco nos clientes. “Dentro do cenário de crise, as empresas de Food Service precisaram buscar ferramentas para gerir melhor suas operações conhecendo de fato indicadores como CMV [Custo da Mercadoria Vendida], Engenharia de Cardápios, Rentabilidade, Índice de Desperdícios, Curva ABC de produtos”, lista o CEO da ACOM Sistemas.



 

© Copyright 2007 - 2022 Jornal de Curitiba
Publicado por Editora MR Agência Digital