Secretaria da Fazenda alerta para golpes com o nome do programa Nota Paraná

 


A Secretaria da Fazenda do Paraná alerta para possível golpe envolvendo o nome do programa Nota Paraná. Consumidores têm recebido mensagens de texto pelo WhatsApp fazendo referência à suposta premiação do programa, contemplando com prêmios em dinheiro e em eletroeletrônicos. No entanto, o Nota Paraná não sorteia nenhum tipo de item, muito menos eletrodomésticos, como na mensagem que está sendo encaminhada. 


Segundo a Resolução da Sefa nº 626/2015, em cada sorteio são distribuídos 68.052 prêmios em dinheiro, sendo 20.010 destinados exclusivamente para entidades de direito privado sem fins lucrativos, 40.042 exclusivamente para pessoas físicas e os outros 8.000 exclusivamente no âmbito do Paraná Pay.Para os cidadãos cadastrados com o CPF são sorteados prêmios de R$ 10 a R$ 1 milhão. Já para as entidades sociais são prêmios de R$ 100 a R$ 20 mil. O programa Paraná Pay, vinculado ao Nota Paraná, distribui R$ 100 em vouchers que podem ser usados nos estabelecimentos do setor do turismo, gás de cozinha e de combustíveis. 


Vale esclarecer que ao se tratar de prêmio com valor igual ou superior a R$ 20.000,00, o ganhador será notificado a comparecer pessoalmente, com o devido documento de identidade e sua entrega será efetuada, exclusivamente, em data e local a serem estabelecidos pela coordenação do programa. Quando o consumidor é contemplado com os prêmios maiores, a coordenação do Nota Paraná entra em contato por ligação através do número disponível no cadastro do programa.


Para verificar se possui bilhetes premiados, o consumidor deve acessar seu cadastro através aplicativo ou site do programa Nota Paraná e inserir seu CPF e senha. Não é encaminhada mensagem por WhatsApp ou outro aplicativo.A Sefa ainda reforça para que os consumidores tenham um cuidado maior com a veracidade das informações recebidas e destaca que os meios oficiais de contato do programa são os seguintes: WhatsApp - (44) 99122-1756, ou telefones de Curitiba e Região (3200-5004) ou demais localidades: (0800-644-0934).


As redes sociais oficiais do programa e da Secretaria de Estado da Fazendo Paraná também são fonte de consulta oficial.


A Secretaria da Fazenda orienta que pessoas que já foram prejudicadas devem procurar orientação nos canais oficiais do programa e na Polícia Civil para registrar a ocorrência.

© Copyright 2007 - 2022 Jornal de Curitiba
Publicado por Editora MR Agência Digital