O bispo greco-católico de Kiev: Ucrânia resiste em oração

 "A Ucrânia, reza, resiste em oração. Aqui em Kiev, sentimos claramente que o santo padroeiro de nossa cidade é o Arcanjo Miguel Arquiestrategista, a quem chamamos aquele que, como Deus, lançou no abismo Lúcifer, o líder do exército do diabo que se rebelou contra a verdade de Deus", diz o líder da Igreja Greco-Católica em sua mensagem no nono dia de guerra.

Do Arcebispo-mor de Kiev Sviatoslav Shevchuk


Louvado seja Nosso Senhor Jesus Cristo!

Queridos irmãos e irmãs em Cristo, saúdo todos vocês de nosso Santo Kiev de cúpula dourada. Hoje, 4 de março, vivemos o nono dia desta terrível guerra.

Precisamente ontem vimos os horrores do bombardeio de nossas cidades: Sumy, Kharkiv. A situação foi particularmente difícil em Chernihiv, onde em um ataque pelo menos 33 pessoas morreram sob as bombas.

Hoje podemos dizer da Ucrânia: rios de sangue e mar de lágrimas.


Mas, especialmente pela manhã, nos fez estremecer a notícia do incêndio na usina nuclear de Zaporizhya.

Hoje quero me dirigir a todos aqueles que se preocupam com o meio ambiente, que têm no coração a consciência ecológica da humanidade. 

Devemos fazer imediatamente de tudo para parar esta guerra. Porque diante de nossos olhos está acontecendo não apenas uma catástrofe humanitária, mas a possibilidade de infligir um golpe irreparável na criação de Deus, que não será possível remediar por muitas décadas.


A Ucrânia experimentou a catástrofe de Chernobyl e agora está à beira de um novo perigo nuclear que pode ser dez vezes maior.


Com angústia, vejo milhões de pessoas deixar a Ucrânia como refugiados. Esta manhã recebi a notícia de que quase um milhão de refugiados deixou a Ucrânia nestes 9 dias.


Queridas filhas e filhos do nosso povo, digo-vos: esperamos que voltem para casa, esperamos que voltem quando voltar o céu sereno sobre a Ucrânia. E a vossa Mãe Igreja irá acompanhá-los e ajudá-los onde quer que a calamidade da guerra os leve.


Mas a Ucrânia resiste. A Ucrânia está lutando.


Hoje, mais uma vez, desejo agradecer e abençoar de todo o coração o exército ucraniano, nossos soldados, rapazes e moças que defendem a paz na Ucrânia, graças aos quais ainda estamos vivos hoje, no nono dia da guerra, graças aos quais a Ucrânia está vencendo, a Ucrânia resiste, a Ucrânia combate.


A Ucrânia, além disso, reza, resiste em oração. Aqui em Kiev, sentimos claramente que o santo padroeiro de nossa cidade é o Arcanjo Miguel Arquiestrategista, a quem chamamos aquele que, como Deus, lançou no abismo Lúcifer, o líder do exército do diabo que se rebelou contra a verdade de Deus.


Hoje vemos que o Arquiestrategista Miguel está lutando pela Ucrânia com todo o exército celestial.


Muitas pessoas de diferentes partes da Ucrânia compartilham suas experiências comigo: vimos anjos brilhantes sobre a terra ucraniana.


Hoje rezamos: "Arquiestrategista Miguel, e todo o exército celestial, todas as forças celestes incorpóreas, lutem pela Ucrânia, expulsem o diabo que nos ataca, nos mata, nos traz destruição e morte!"


Hoje gostaria de agradecer a todos os fiéis de nossa Igreja - no Canadá, América do Norte, Europa Ocidental - que estão acolhendo refugiados e coletando ajuda humanitária. Que fazem de tudo para ajudar os outros com diligente amor cristão.


Deus abençoe a Ucrânia. Deus pare a guerra. Que possam as forças de nossa oração, fortalecidas por Tua graça, se tornar um escudo de fé para nossa pátria. Deus conceda a paz à Ucrânia.


Eu invoco a bênção do Senhor sobre vocês, com Sua graça agora e para sempre. Amen.


Louvado seja Nosso Senhor Jesus Cristo!

© Copyright 2007 - 2022 Jornal de Curitiba
Publicado por Editora MR Agência Digital